Agenda do mês


Data Atividade
01/03/2018 19h 30min quinta-feira Atividade Interna Laboratório de psicanálise 9ª turma
07/03/2018 19h 30min quarta-feira Atividade Interna Reunião de Mesa
08/03/2018 19h 30min quinta-feira Atividade Interna Laboratório de psicanálise 9ª turma
10/03/2018 09h 30min sábado Grupo de Estudo Grupos de estudos textuais: Espaço Le Salpêtrière
Seminário – Livro II de Jacques Lacan – O eu na teoria de Freud
e na técnica da psicanálise
10/03/2018 11h sábado Grupo de Estudo Grupos de estudos textuais: Espaço Le Salpêtrière
A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess
14/03/2018 19h 30min quarta-feira Atividade Interna Reunião Clínica - O Seminário - Livro 6 - O desejo e sua interpretação - Lição XIII
15/03/2018 19h 30min quinta-feira Atividade Interna Laboratório de psicanálise 9ª turma
21/03/2018 18h quarta-feira Grupo de Estudo Grupo de tradução e discussão de leituras psicanalíticas
21/03/2018 19h 30min quarta-feira Atividade Interna Assembleia Extraordinária
22/03/2018 18h quinta-feira Grupo de Estudo Infância e Psicose
08/03/2018 19h 30min quinta-feira Atividade Interna Laboratório de psicanálise 9ª turma
24/03/2018 09h 30min sábado Grupo de Estudo Grupos de estudos textuais: Espaço Le Salpêtrière
Seminário – Livro II de Jacques Lacan – O eu na teoria de Freud
e na técnica da psicanálise
24/03/2018 11h sábado Grupo de Estudo Grupos de estudos textuais: Espaço Le Salpêtrière
A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess
28/03/2018 19h 30min quarta-feira Atividade Interna Reunião de Mesa
29/03/2018 18h quinta-feira Grupo de Estudo Grupo de Leituras Sobre a Primeira Infância
29/03/2018 19h 30min quinta-feira Atividade Interna Laboratório de psicanálise 9ª turma
Em Recesso 18h quarta-feira Seminário Operadores Conceituais na Clínica



Biblioteca da ACF

Espaço privilegiado para consultas e pesquisas aos associados e laboratoristas da ACF, o qual dispõe de um amplo acervo de obras psicanalíticas, como também, filosóficas, antropológicas, sociológicas, literárias, entre outros.



Cartéis, Cursos, Grupos de Estudo e Seminários

Exposições teóricas e discussões de textos psicanalíticos ministradas por membros da instituição, a partir da interlocução com os escritos fundantes e os contemporâneos da clínica psicanalítica.



Cartel - Da angústia ao gozo na neurose obsessiva


Texto norteador: Seminário 10 - A Angústia - J. Lacan

Proponente: Carmen Franzen

Periodicidade: Quinzenal – quintas-feiras

Horário: 16h 30min – Fechado

Local: Sede da ACF




Cursos



Não existem Cursos para o período.




Grupos de Estudos



Grupo de Leituras Sobre a Primeira Infância


Pesquisar, a partir do referencial freudo-lacaniano, questões clínicas que concernem à primeira infância (de zero a três anos). Examinar a história do aparecimento da clínica com bebês dentro da psicanálise; especificar essa clínica no que ela tem de diferente e o que isso implica nas questões da temporalidade em psicanálise: como o tempo se inscreve no sujeito e como este historiciza sua experiência de ser. Também pretendemos discutir acerca das possibilidades de transmissão dessa clínica.


Coordenação: Eva Rozângela da Rocha Geremia

Periodicidade: Mensal – Quarta-feira

Horário: 18h às 19h30min - Aberto

Investimento: Isento

Local: Sede da ACF



Grupos de Estudos Textuais: Espaço Le Salpêtrière

"A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess".

"Seminário – Livro II – O eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise, Jacques Lacan


Espaço Le Salpétrière


Salpétrière provém da palavra francesa salpêtre o qual significa salitre, este, um componente presente na pólvora. O Salpétrière foi construído no século XVII com o intuito de ser uma fábrica de pólvora. Todavia, após 15 anos o prédio se transformou em um verdadeiro depósito de tudo aquilo que a sociedade parisiense julgava ser um lixo, ou seja, suas misérias, pessoas que eram consideradas prostitutas, marginais e loucas. Porém, desde a Revolução Francesa o Salpétrière se tornou um hospital e asilo psiquiátrico para mulheres, em um primeiro momento, mas atualmente, atende diversas especialidades médicas. Um de seus mais famosos professores foi Jean-Martin Charcot, professor de Sigmund Freud quando este estava estudando sobre a histeria em Paris.
É com este breve histórico do Salpétrière que queremos testemunhar as aliança que se renovam pelo comprometimento e responsabilidade enquanto sujeitos desejantes na busca da experiência psicanalítica. Daquilo que nos faz sujeitos, no discurso que decorre a transmissão, o entendimento e o testemunho de nossa própria experiência, nesse lugar de pólvora, onde o discurso possa ser testemunho de um sentido. No entanto, que o sentido não seja “queimado” de uma forma rápida como a explosão da pólvora, mas sim, que incida no entendimento da palavra, da linguagem, daquilo que o inconsciente nos afronta, e nos faz ser sujeitos. Le Salpétrière é um espaço destinado a união pela busca da experiência psicanalítica, experiência essa como nos mostra em suas obras, Freud e Lacan.
É com a finalidade de estudarmos desde Freud à Lacan, que estamos dando continuidade aos nossos estudos em 2016, com a leitura e discussão das obras A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess e Seminário – Livro II de Jacques Lacan – O eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise. Os encontros ocorrem no consultório que se encontra na Rua Alberto Pasqualini, 70 – sala 608 – Santa Maria, aos sábados a partir das 9h30min. Qualquer dúvida entrar em contato com Aristela Barcellos de Andrades (55 91269015).


Coordenação: Aristela Barcellos de Andrades

Periodicidade: Quinzenal – Sábados

Horários:

9h30min às 11h – Seminário – Livro II de Jacques Lacan – O eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise – Aberto

11h às 12h – A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess – Aberto

Investimento: Isento

Local: Rua Alberto Pasqualini, 70, Sala 608 – Torre Ribas – Santa Maria - RS



Grupo de tradução e discussão de leituras psicanalíticas


Esse grupo de tradução e discussão de leituras psicanalíticas surgiu da ideia e encontro de dois colegas que vem estudando a língua francesa há algum tempo e desejam fazer disso um labor, ou seja, trabalhar nas obras psicanalíticas diretamente no francês. O intuito está em ler, traduzir e discutir textos, obras que ainda não foram traduzidas e posteriormente publicar o resultado dos trabalhos. Inicialmente foi escolhida a revista SURGENCE nº spécial: Nec Plus Ultra, La supervision au regard du: devenir psychanalyste da Libre Association Freudienne de Paris de Gabriel Balbo, o qual trata sobre o trabalho de supervisão, análise de controle do analista, ou dos supervisionantes, e culmina com a proposta de estudos das reuniões clínicas da ACF nos anos de 2017 e 2018.

Sublinhamos a importância de colocar esta proposta sob o primado do atual eixo de estudos da ACF – O desejo e sua interpretação – a partir de uma dupla perspectiva:
a) enquanto constitui uma dada abordagem e aproximação à questão do desejo para a psicanálise;
b) enquanto uma colocação em ato do desejo de seus proponentes.

Daí a proposta de trabalhar com a leitura e tradução de textos em francês relativos à formação do analista, pois acreditamos que isto vem a contemplar estas duas vias, na medida em que, desde Lacan, situa-se a questão da formação como uma questão de desejo.

Tradução, transcrição, interpretação: termos que tocam naquilo que vem a constituir o campo psicanalítico; por outro lado, sabemos que, para a psicanálise, não se trata de uma simples tradução do desejo inconsciente para o que seria uma língua mais próxima do pré-consciente ou consciente. A “língua” do inconsciente não é outra senão aquela mesma que constitui cada um como sujeito falante. Daí que não se pretenda uma tradução do desejo, mas sim que ele possa ser interpretado, segundo um modo de decifração descoberto por Freud e retomado, a partir de considerações linguísticas, por Lacan.

Assim, pensamos que retomar alguns textos sobre a formação do analista, a partir de sua língua original, talvez possa nos permitir também retomar a questão de nossa própria formação a partir de outras perspectivas.

Os encontros ocorrerão mensalmente nas quartas-feiras, às 18h na sede da ACF, iniciaremos como grupo fechado entre os dois colegas Aristela B. de Andrades e Carlos Rambo, para podermos experienciar a proposta de trabalho; caso haja interesse de outros colegas estamos abertos a conversar.


Coordenação: Aristela Barcellos de Andrades e Carlos Rambo

Periodicidade: Mensal - quartas-feiras

Horário: 18h - fechado (à conversar)

Investimento: Isento

Local: na sede da ACF



Grupo de Estudos - Infância e Psicose


Conforme Lacan (1954-1955/2002) a estruturação da psicose não é a mesma na criança e no adulto, pois na criança o que se tem é um sujeito em constituição e, no adulto, um sujeito constituído. A singularidade desta clinica nos faz interrogar e dialogar com a teoria para que possamos pensar na questão da estrutura na infância, assim como nas intervenções e direcionamento do tratamento.

O estudo se dará a partir dos textos freudianos, lacanianos e de contemporâneos.


Coordenação: Carmen Franzen

Periodicidade: Quinzenal - quintas-feiras

Horário: das 17h às 19h 30min

Investimento: Associados e Laboratoristas: Isento / Demais interessados 30,00 por encontro

Local: na sede da ACF

Inicio: 16/03/2017

Inscrições: com a secretaria da ACF por telefone/e-mail ou presencialmente


Bibliografia:


Calligaris, C. (1989). Introdução a uma clínica diferencial das psicoses. Porto Alegre, RS: Artes Médicas

Dolto, F. (1972). O caso Dominique. Rio de Janeiro: Zahar

Freud, S. (1973b). A perda da realidade na neurose e na psicose. In Obras completas (Vol. 3).

Jerusalinsky, A. (1989). Psicanálise e desenvolvimento infantil. Porto Alegre, RS: Artes Médicas.

Jerusalinsky,A. (2002). A direção da cura nas psicoses (ou do "curativo"). Revista da APC: Psicanalisar, seis (6)

Jerusalinsky, A. (1993). Psicose e autismo na infância: Uma questão de linguagem. Psicose, 4 (9). Boletim da Associação Psicanalítica de Porto Alegre, RS.

Lacan, J. (1998). De uma questão preliminar a todo tratamento possível da psicose In J. Lacan, Escritos (V. Ribeiro, trad., pp. 537-590). Rio de Janeiro, RJ: Jorge Zahar Editor.

Lacan, J. (1988). O Seminário - livro 2: O eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar. (Originalmente publicado em 1954-1955)

Lacan, J. (2002) O seminário, livro 3: As psicoses, 1955-1956. (A. Menezes, trad.) Rio de Janeiro, RJ: Jorge Zahar, 2002.

Laznik-Penot, M. C. (1997) Rumo à palavra: Três crianças autistas em psicanálise. (M. Seincman, trad.) São Paulo, SP: Escuta




Reunião Clínica



O DESEJO E SUA INTERPRETAÇÃO

Ministrante: Felipe Baségio


"O que Lacan mostra? Que o desejo não é uma função biológica; que ele não é coordenado a um objeto natural; que seu objeto é fantasístico. Por conseguinte, o desejo é extravagante. É intangível para quem queira dominá-lo, prega-nos peças, mas ao mesmo tempo, se não for reconhecido, fabrica sintoma". Levando em conta a importância do desejo para a psicanálise, a ACF elegeu em 2017 e 2018 como eixo de estudos o Seminário Livro 6 - O Desejo e sua Interpretação de Jacques Lacan. Neste sentido convidamos a todos os interessados a participar da Reunião Clínica com a apresentação e discussão da Lição XIII deste Seminário com a participação de Felipe Baségio como ministrante.


Bibliografia: LACAN, Jacques. Seminário Livro 6 - O Desejo e sua Interpretação (1958 - 1959) - Lição XIII de 4 de março de 1959.

Investimento: R$ 40,00

Associados e laboratoristas: Isento

Data: 14/03/2017 - quarta-feira

Local: na sede da ACF



Fórum Clínico



Não existem Fóruns Clínicos para o período.





Seminários



OPERADORES CONCEITUAIS NA CLÍNICA PSICANALÍTICA


• Conceito a ser trabalhado no ano:
A Identificação

• Objetivos:
- acompanhar a construção conceitual em Freud e Lacan;
- estudar o seu uso clínico, enquanto conceito, comparando com alguns empregos atuais.

• Metodologia:
- leitura de textos de Freud de diversas fontes, bem como da original; leitura do seminário de Lacan da mesma temática; acompanhamento, articulação e discussão dos diversos usos e contextos clínicos do conceito.
1º Módulo: 1ª Tópica Freudiana
2º Módulo: 2ª Tópica Freudiana
3º Módulo: Seminário de Lacan

• Bibliografia:
- Obras Completas de Sigmund Freud (nas diversas Traduções)
- Seminário IX de Jacques Lacan- A Identificação


Ministrante: Sonia Maria Bley

Periodicidade: Mensal – às quartas-feiras

Horário: 18h às 19h30min

Investimento: R$: 40,00 por encontro / Para Associados e Laboratoristas: R$ 30,00

Local: Sede da ACF

Inscrições: com Sonia Bley – fone: 99989-7978




Associação Clínica Freudiana
Rua Lindolfo Collor, 957
São Leopoldo - RS
Telefone: 51 3592-8893
email: contato@associacaoclinicafreudiana.com.br
Visite nossa página no Facebook